sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

EXCLUSIVO: ALINE SILVA, EX-ROUGE FALA SOBRE CARREIRA E SEU ANTIGO GRUPO

Aline Silva, ex-Rouge foi flagrada no metrô de São Paulo, na noite da última terça-feira, dia 1º, após fazer compras na região da Avenida Paulista. Em rápido bate-papo, a cantora falou de sua carreira, expectativas e sobre as outras integrantes que também fizeram parte da Rouge, banda formada por cinco garotas que venceram um reality-show e venderam juntas mais de 1 milhão de cópias de cd’s em todo Brasil. 



O que você tem feito?
Aline Silva Estou vindo do ensaio de um musical em que eu e a Karin Hils (ex-Rouge), estamos trabalhando. O musical Hairspray vai ser lançada em São Paulo, no dia 18 (de fevereiro de 2010).

Você está ansiosa? 
A.S – Sim, estou com muita expectativa. Por isso dos constantes ensaios.

Onde está ocorrendo os ensaios?

A.S – No final da Rua Augusta, no Teatro Procópio Ferreira.

Para onde você está indo? 
A.S Estou indo para a minha casa.

 Onde você mora?
A.S – Moro na zona sul da capital.

Porque você está com essas sacolas? 
A.S – É que eu sai do ensaio e resolvi passar em algumas lojas para fazer umas “comprinhas”. 

Sempre morou nessa região?
A.S – Não, morei um bom tempo em Alphaville, mas ficava distante de tudo, então resolvi mudar para um lugar mais próximo.

Você utiliza sempre o metrô? 
A.S É um meio de transporte mais rápido, principalmente quando se têm compromissos.

Qual o seu contato com as meninas que fizeram parte do Rouge? 
A.S Tenho muito contato com a Karin, que também está no elenco do musical, e com a Patrícia, que terminou de fazer o espetáculo A Bela e a Fera. Nós três somos bem unidas, mas também temos contato com a Fantine que, aliás, continua tocando sua carreira de cantora. Já a Luciana, não temos mais contato.

O que você mais gosta de fazer? Cantar ou atuar?
A.S Sou formada em artes cênicas e atuar é minha grande paixão. Também gosto muito de cantar, porém é mais um hobby. No entanto, um complementa o outro.

2 comentários:

Bruna Rush disse...

Nossa, isso sim é surpreendente. Encontrá-la no metrô. Muito bacana a entrevista, Edu. Parabéns

Anônimo disse...

Saudades do grupo!!